MARKETING - Artigos

Espelho íntimo de um vendedor
(VendaMais, janeiro/2001)

Arnaldo* é um campeão de vendas. Seu nome está em todas as melhores publicações de negócios do país e como não podia ser diferente, marca presença também na VendaMais. No melhor estilo de coluna social, fiz um pingue-pongue com Arnaldo. Leia abaixo as respostas deste verdadeiro sucesso na arte e ciência de vender bem, e muito.  

Signo: Não acredito. De nada adianta o meu signo dizer que o dia é ótimo para viagem de avião, quando o do piloto diz "não viaje"! Prefiro descansar em Deus.
Virtudes:
Perseverança, habilidade em fazer perguntas e de ouvir bem meus clientes.
Pecadilho: Às vezes, acredito demais nas pessoas.
Superstição: Algo que alguém inventou para justificar que não podia. Não tenho.
Um amor:
Minha esposa e filhos. Meus pais também. Sim, também meus irmãos. Ah, a empregada lá de casa, D. Maria....
Hobby:
Tiro ao alvo. De preferência, com o alvo em movimento. Afinal, é assim que está o mercado hoje em dia.
Vício:
Tentar ler tudo que aparece sobre vendas.
Time: É segredo, afinal pode ter algum cliente lendo este artigo. Mas respeito o do cliente. Procuro não falar sobre o tema. É muito emocional.
Clube social: O dos campeões de vendas.
Prato preferido: Qualquer tipo de peixe grelhado, desde que seja em um almoço ou jantar comemorativo pela conquista das metas do mês. Sempre na presença dos companheiros da equipe, é claro. Vitória sozinho tem sabor insosso.
O que sabe preparar na cozinha: Uma bela vitamina, toda as manhãs, na volta do cooper.
Bicho de estimação: Um pitbull, mas mantenho ele amarrado. Só solto o bicho atrás de mim quando estou desanimando, e preciso me lembrar que nascemos para estar em movimento. Para corrermos atrás de nossos objetivos
Filme inesquecível:
"Satisfação total. O retorno". Ainda não lançaram, mas daria um excelente enredo.
Livro de cabeceira: A Bíblia. Não tem melhor texto motivacional que as promessas de Deus para nossa vida.
Escritores preferidos: Prefiro os de romances. Afinal, como já disse Tom Peters, a vida é relacionamentos.
"Points":
O pódium. O primeiro lugar, de preferência.
Perfume: Forte o suficiente para passar a imagem de meu bem-estar, suave o bastante para não incomodar o cliente
Gravata:
Gosto mesmo daquelas que vem com uns cifrões desenhados, mas reconheço que pode parecer cafona. Mas que são lindas, elas são.
Outra peças do guarda-roupas: Paletó preto, ou marrom. Camisas de griffe, sapatos modernos. Uma bela pasta de couro e canetas finas. Achava que isso tudo era tolice, que o que valia era meu produto e meu "papo". Mas depois que alguém me disse que "jamais teremos uma segunda oportunidade para causar uma primeira boa impressão", mudei de idéia.
Itens que curte dar: Lembranças para meus clientes, relacionadas com o produto que estou vendendo. Por exemplo: como vendo imóveis, normalmente dou a assinatura de uma revista de decoração para as clientes que compram um apartamento ou casa. Ou um livro de projetos arquitetônicos para quem me compra um terreno. Outro dia, um cliente comprou um ponto comercial para abrir um bar, e comprei para ele uma chopeira antiga, uma relíquia, por uma ninharia. Ele reformou, e hoje faz sucesso como peça de decoração de seu bar.
Mimos que gosta de ganhar:
Livros sobre vendas e marketing pessoal. Vale também indicações de novos clientes.
Whisky:
Não bebo. Não condeno quem sabe beber. Mas como jamais daria bebida para um cavalo de 1 mi de dólares, prefiro me abster dela. Acho que valho mais.
Ídolo:
Jesus. Não existiu homem igual na Terra; alguém de maior sabedoria. Uso uma boa parte dos seus ensinamentos de amor em minhas vendas. É incrível como as pessoas estão carentes de alguém que ouça os seus corações.
Amigos:
Seleciono bem. Não quero correr o risco de ser influenciado negativamente. Basta olharmos atentamente o que fazem nossos amigos mais próximos, para descobrirmos qual a direção que estamos dando para nossas vidas. Mas de uma coisa não abro mão: estou sempre aberto a novas amizades.
Uma emoção:
Quando um cliente, depois de um mês, me liga satisfeito agradecendo pela compra que fez.
Uma realização:
Passar todas as minhas experiências de vendas para os mais novos. Estou formando gratuitamente novos vendedores em uma comunidade carente de minha cidade. Temos conseguido formar grandes profissionais, e grandes homens, acima de tudo. Acho que a maior realização do trabalho não é o que ganhamos com ele, mas quem nos tornamos quando o realizamos.
Objeto do desejo:
O que já conquistei. Acho que a felicidade está aí. Não coloco o material como prioridade. Minha maior missão é atender bem meus clientes. Mas não sei o que acontece. Depois que passei a focar no cliente, as vendas cresceram naturalmente, e tem sobrado mais. Prefiro poupar, e gastar com o essencial. Já tenho o dinheiro suficiente para meu filho fazer o mestrado dele fora, nos EUA.
Políticos que admira: Aqueles que fazem e não se importam com quem ficam os créditos. É incrível como eles realizam mais.
Personalidade que gostaria de ter conhecido:
O apóstolo Paulo. Segundo Og Mandino, foi o maior "vendedor" que o mundo já conheceu. Concordo com ele.
Ponto alto de sua atuação profissional:
Minha primeira venda, no caso a última. Tenho em mente que toda venda é uma nova realidade, um novo processo. Por isso nunca consegui fazer uma segunda venda. Elas todas são primeiras.
Quesito em baixa: A venda sob pressão. Aquela que vale o que o vendedor quer, e não o que o cliente deseja.
2000 lhe trouxe que alegrias: Aprendi muitas coisas novas, conheci novas pessoas, fiz novos amigos clientes, conquistei novas metas e mercados. Mas em primeiro lugar, acho que me tornei um ser humano melhor depois que comecei a servir mais aos outros.
Arrependimento: Não digo que seja um arrependimento, mas lamento ter demorado tanto tempo para descobrir que vender tem haver com perguntar, e não com responder. Por muito tempo achei que devia ser igual ao Galvão Bueno. Na verdade, temos como vendedores que se inspirar no Roberto Cabrini. Aquele sim, sabe perguntar bem.
2001 lhe traz que esperanças:
Que as coisas continuem do mesmo jeito, ou seja, mudando todo dia, exigindo que eu jamais descanse em berço esplêndido. No próximo ano, quero aprender mais, vender mais, amar mais, brincar mais, sorrir mais e me preocupar menos.
Mensagem final para a classe: Gosto muito deste pensamento de Louis L'amoure: "A maioria da coisas importantes no mundo foram conquistadas por pessoas que continuaram tentando, quando parecia não haver mais qualquer esperança". Acreditem em si mesmos. Não desistam. E que Deus possa estar abençoando os caminhos e a vida de cada vendedor neste novo século.  

*Arnaldo trabalha para as organizações Pense Grande, que fica sediada na cidade de Bom Sucesso. Na verdade, Arnaldo é um nome fictício, podendo ser substituído por qualquer outro, desde que pertença a um grande vendedor, incluindo você é lógico. Vendas abençoadas para você.  

Paulo Angelim é consultor em Marketing e palestrante em Vendas e Motivação.
E-mail:
pauloangelim@uol.com.br Home page: www.pauloangelim.com.br

 Permitida a reprodução, desde que mencionado o autor

Artigo anterior  Página anterior  Artigo seguinte